Não quer ficar sem voz? Separamos 3 dicas do especialista…

3 Dicas para cuidar da sua voz.

De acordo com  o otorrinolaringologista Fausto Nakandakari, que é especialista em laringe e

voz pelo Hospital das Clínicas de São Paulo, todo mundo está sujeito a perder a voz.

Apesar de ser muito mais frequente em profissionais que fazem uso da voz, como cantores, professores e telefonistas, existem alguns cuidados que todos podemos tomar para evitar alguma perda de voz. Confira!

1. Preste atenção

Ficou rouco? Em via de regra, é bom procurar um especialista para investigar o motivo. Especialmente se for uma rouquidão de longa data, há mais de três meses, por exemplo. “Se o sintoma estiver associado a uma discreta dor de garganta, falta de ar e dificuldade de engolir, o ideal é procurar imediatamente um pronto-socorro”, alerta Nakandakari.

Isso porque lesões e infecções nas cordas vocais podem evoluir para calos, cistos, hemorragias e até tumores malignos, como o câncer na laringe. Está sentindo a voz estranha? Vá investigar.

2 . Mantenha sua higiene vocal

Evite tomar gelado antes do uso da voz. Também é interessante fugir de comidas muito gordurosas, que dão refluxo gastroesofágico e podem machucar as cordas vocais, predispondo a rouquidão e outros problemas

Falar em volume confortável (sem gritar ou cochichar), dormir bem e não ficar “coçando” a garganta com pigarros são outras dicas que ajudam a manter a sua voz em dia. Beber bastante água também é fundamental, por conta da hidratação da área, o que ajuda a melhorar a elasticidade delas.

3. Silêncio e nada de pastilhas

Fez tudo errado e está rouco? Além de procurar ajuda, se for o caso, a dica é não abusar da voz e fechar a boca, ficando em silêncio. Também fuja daquelas pastilhas especiais, que trazem apenas um alívio momentâneo, mascaram e não resolvem o problema.

Cuide da sua voz! Ela é um bem precioso…

Lembre sempre de procurar um médico.

fonte:https://estilo.uol.com.br/vida-saudavel/noticias/redacao/2017/07/02/nao-quer-perder-a-voz-assim-como-adele-separamos-x-dicas-do-otorrino.htm

Deixe uma resposta