Atividade física: músculo forte mente sã.

A musculatura tonificada, antes associada só à forma física, exerce um papel cada vez maior na saúde da mente.

Ninguém vai para a academia pensando em fortalecer o cérebro. Porém, saiba que esse é um dos tantos benefícios que obtemos ao ganhar músculos.

Estudo da Universidade de Sydney, na Austrália, revela que fazer exercícios de força regularmente melhora a memória, a atenção, o raciocínio e as demais capacidades cognitivas, além de minimizar o risco de problemas como Alzheimer. Isso acontece porque a musculação faz o organismo liberar uma substância e protetora dos neurônios.

E os motivos para levantar peso não param por aí. Músculos em boa forma facilitam o emagrecimento, ajudam a evitar uma série de doenças, como o diabetes, e até produzem hormônios que contribuem para para melhor qualidade de vida. Sim, hormônios. Esses velhos integrantes do aparelho locomotor agora também são considerados parte do sistema endócrino, mexendo com sua saúde da cabeça aos pés.

Não deixe seus músculos irem embora com a idade, a perda de massa magra aumenta, fortalecimento muscular é essencial!

Uma má notícia: É bem mais fácil perder do que ganhar músculos. Por isso, não devemos ficar muito tempo sem fazer atividades físicas. Após dez dias sem praticar exercícios há uma queda de 15% da força muscular e redução significativa de massa magra. Isso acontece porque o tecido muscular gasta muitas calorias. Como nosso corpo foi criado para estocar energia, não faz sentido para ele manter algo que não está sendo usado e consome tanto combustível.

E a coisa piora a partir dos 30 anos. Sofremos uma redução no metabolismo e na produção de substâncias que favorecem o ganho muscular. O problema se acentua após os 50, quando passamos a perder de 1% a 2% de massa magra ao ano.

A boa notícia é que pode-se evitar a perda de massa magra praticando exercícios de 2 a 3 x por semana.

Fonte: https://vivabem.uol.com.br/especiais/musculos/index.htm#frases-2

Deixe uma resposta