7 maneiras simples de evitar alergias respiratórias nesta época do ano .

7 maneiras simples de evitar alergias respiratórias nesta época do ano .

Garganta seca, tosse, falta de ar e nariz irritado são os principais sintomas das doenças respiratórias alérgicas.

Basta a temperatura cair um pouquinho para doenças respiratórias alérgicas como rinite, bronquite e asma aparecerem. Esses problemas têm como sintomas garganta seca, tosse, falta de ar, nariz irritado e acúmulo de muco, e são gerados por diversos fatores.

Geralmente, essas doenças ocorrem porque, quando está frio, as pessoas tendem a usar roupas guardadas por um longo período e a passar maior tempo em ambientes fechados, ficando mais expostas a ácaros e outros agentes que geram o problema. Além disso, o tempo seco e gelado resseca as mucosas nasais, que têm como função inibir a entrada de poluição, poeira e micróbios no organismo.

 Para evitar que você comece a espirrar e não pare mais, reunimos dicas práticas que ajudam a evitar alergias respiratórias. As informações foram levantadas com a ajuda de Pedro F. G. Bianchi Junior, alergista do Hospital das Clínicas e diretor da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI); e Marcelo Vívolo Aun, alergologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

1 – Maneire no uso do umidificador

Embora aumente a umidade do ar e ajuda a respirar melhor, o aparelho deve ser utilizado durante três a quatro horas por dia. Motivo: seu uso indiscriminado pode tornar o ambiente úmido demais, deixando o local perfeito para a proliferação de mofo, bolor e ácaros.

2 – Lave os casacos antes de usar

Muda o clima, você veste aquele casaco que ficou meses no guarda-roupa e vai para a rua carregando um monte de ácaros e fungos. Isso é um grande erro. O ideal é lavar as peças e deixá-las secando ao sol antes de usá-las –e repetir o processo ao menos uma vez ao mês. Assim, acaba com os micro-organismos e sujeiras que provocam alergias.

3 – Coloque capa no colchão e nos travesseiros

Os ácaros comem “restos” de pele que ficam sobre a roupa de cama. Quando você encapa o local onde dorme, esse bichinhos terríveis não conseguem penetrar no colchão e montar seu ninho. Além de usar capas, lave lençóis, fronhas e cobertas semanalmente e os deixe secando no sol, pois a alta temperatura mata esses micro-organismos.

4 – Mantenha o ambiente ventilado

Eu sei que está batendo um vento frio lá fora. Mas abra portas e janelas ao menos uma vez ao dia para permitir a circulação do ar. Com isso, você manda embora inúmeros agentes que podem causar doenças respiratórias.

5 – Tome bastante água

No frio, é comum ingerirmos menos líquidos. Isso pode fazer com que seu corpo fique desidratado e provocar o ressecamento das mucosas nasais, que defendem nosso organismo de agentes que causam alergia. Portanto, procure beber de 1,5 a 2 litros de água por dia.

6 – Aposte no soro fisiológico

Use o produto de três a quatro vezes por dia para lavar o nariz. É uma boa saída para hidratar as mucosas e respirar melhor.

7 – Deixe um balde com água ou panos úmidos no quarto

Essa é uma forma simples de aumentar a umidade do ar –o que facilita a respiração — sem tornar o ambiente propício para a proliferação de fungos. Diferentemente do umidificador, o balde com água pode ficar o dia inteiro no cômodo.

Fonte: https://vivabem.uol.com.br/listas/7-dicas-praticas-e-baratas-para-melhorar-as-alergias-nesta-epoca-do-ano.htm

Deixe uma resposta